O que deve compor o enxoval do bebê?

Em outro post, tratamos sobre a importância da Guarda Bens  no momento em que os pais descobrem que a família o enxoval do bebê aumentar, pois eles precisam desocupar o quarto de “bagunça” pra fazer o quarto do bebê que vai chegar.

Agora, pensando neste mesmo público, nós da Guarda Bens preparamos um post especial, onde vamos abordar todos os itens que devem compor o enxoval do bebê. Temos a certeza de que será de grande valia para as futuras mães, pois muitas dúvidas as cercam neste momento.

Quando falamos em roupas, as mães precisam comprar 6 bodies de manga curta e a mesma quantidade de manga comprida, 6 culotes, três pares de meia e, ainda, seis macacões. Esteja certa de que o seu bebê ganhará muitos macacões.

Preste muita atenção com a época que o nenê vai nascer, pois é preciso avaliar o tipo de tecido. Em pleno verão, seu filho não vai usar um macacão de plush, por exemplo. No entanto, se ele nascer no inverno, esse item passa a ser indispensável.

Para o verão, prefira os tecidos leves. Procure comprar a maioria das roupas de acordo com a estação. Compre mantas, porque elas ajudam a regular a temperatura do bebê.

Sim, você vai precisar de fraldas de tecido, por isso compre pelo menos 10 e mais dois casacos.

As fraldas de boca precisaram ficar sempre na bolsa da mãe, pois são usadas para limpar o rosto. Já as maiores, conhecidas como fraldas de ombro, são úteis para proteger a roupa da mãe, caso o bebê regurgite ou como coberta ou cortina no carro. É possível usar ainda dentro da toalha de banho.

Roupas de banho para o bebê

Agora, vamos falar das roupas de banho. Será preciso comprar três toalhas. Muita atenção, pois algumas servem apenas para o recém-nascido. Então, cuidado, pois as maiores serão usadas para enxugar o nenê por mais tempo.

Os modelos com capuz são os melhores, porque deixam a cabecinha protegida do vento e ajudam a secar o cabelo de forma mais fácil.

Compre ainda mais três peças de toalhas-fralda, três conjuntos de lençol para carrinho e dois kits de protetor de berço. Todos esses itens precisarão ser lavados com freqüência, por isso opte por algo mais prático, deixe de lado os babados e muitos detalhes.

Indicamos ainda adquirir três conjuntos de lençol para berço. A melhor opção é o 100% algodão. Apesar de custarem um pouco mais, os de malha são macios e frescos. Você pode comprar uma manta mais quente e outro mais leve.

Chegamos ao kit de higiene. Aqui, você vai precisar apenas de um. Ele contempla tudo o que é necessário para trocar as fraldas do bebê. De forma geral, esses kits costumam vir com potes para colocar algodão, cotonete, tigelinha e garrafa térmica.

Caso prefira, você pode querer outro pote para guardar as demais coisas. Se você optar por um kit com poucas peças, pense na possibilidade para comprar peças avulsas e potes neutros, como os de acrílico, por exemplo.

Para começar tenha: dois pacotes de algodão, dois pacotes de lenços umedecidos; dois sabonetes neutros; um aspirador nasal; um conjunto com tesoura, cortador e lixa; creme para assadura; escova e pente para cabelo e de início apenas três pacotes de fralda, mas essa quantidade vai aumentar e muito.

Teste as marcas de fralda, pois o bebê pode ter alergia

Não saia comprando muitos pacotes de fralda de uma vez só, porque algumas marcas podem fazer com que o bebê tenha alergia. Por isso, é melhor esperar o bebê nascer e fazer os testes.

Se quiser e puder, a dica é comprar uma babá eletrônica. Nas lojas, você vai encontrar uma infinidade de modelos de banheiras, de suportes de trocadores e porta-xampus. Optar pelo uso disso tudo é uma questão pessoal!

O mais importante é medir o espaço do seu banheiro para ver qual das opções é que vai caber melhor. Lembre-se de deixar um espaço para que você consiga entrar para dar banho e para fazer manobras com a banheira e só compre com a fita métrica na mão.

Uma cadeirinha de carro com selo do Inmetro você deve adquirir. Preste muita atenção com a indicação de peso e/ou idade do produto. Opte pelos modelos que suportam mais quilos, pois isso fará com que ela dure mais tempo e preste atenção, para saber se é possível retirar o tecido para limpar.

O carrinho de passeio também deve ter o mesmo selo da cadeirinha. Na hora da compra, olho vivo com os itens de segurança como freios e travas, o modelo com cinco pontos de retenção é o melhor.

As rodas devem ser grandes e resistentes e ficar longe da criança. As dobradiças devem ser arredondas e ficarem em uma posição distante dos pés e mãos do bebê.

O berço também exige selo do Inmetro. As bordas e as partes salientes do móvel devem ser arredondadas e livres de rebarbas ou arestas, pois esse cuidado vai impedir que a criança se machuque.

Decalques e adesivos não podem estar no interior e nem nas extremidades do berço, porque a criança pode puxar.  Além disso, o bebê não pode conseguir puxar nem o colchão e nem a base dele e as laterais do móvel devem ter um sistema eficiente de travamento.

Conjuntos de pagão, saída da maternidade, cueiro, luvas, termômetro para banho, conta-gotas, almofada para amamentar, saída de berço, travesseiro são itens considerados opcionais nessa fase.

Por enquanto, podemos dizer que casacos de linha, babadores, sacola para roupinhas, vaporizador, mamadeiras, aquecedor de mamadeiras, escova para mamadeiras, sapatos, esterilizador e chupetas são itens considerados desnecessários.

Assim como porta-chupetas, prendedores de chupeta, colônia, óleo, tira-leite, canguru e mosquiteiro. No entanto, conforme o passar do tempo e com o surgimento das necessidades, a mamãe vai se adequando e atendendo as necessidades do bebê.
Estamos fazendo essa separação, pois o tema principal deste artigo é o enxoval do bebê. Agora, que você já tem uma ideia boa, é hora de ir às compras!

Precisa liberar espaço na sua casa caber todo enxoval do bebê?
Não precisa se preocupar em mudar para uma casa maior, entre em contato agora mesmo com a nossa equipe para conhecer as modalidades de boxes oferecidas e conhecer nossos espaços.